terça-feira, 13 de outubro de 2015

Um Brasil criança na alegria de se abraçar...

Com certeza milhões de brasileiros lembram o jingle da campanha de 2002, “Lula lá, o Brasil Criança/ Na alegria de se abraçar...”. Valeu a pena? Os fatos dizem que sim. Com certeza milhões de crianças brasileiras não sabem que as pedaladas fiscais tão badaladas na semana em que se comemora o seu dia, existiram para lhes garantir alguns programas sociais básicos que muita serventia tem para elas. O principal destes programas é o Bolsa Família quase sempre tratado como “Bolsa Esmola” pela mesma oposição que, às vésperaa das eleições tem o cinismo de dizer que vai mantê-lo e melhorá-lo, se ganhar nas urnas. Este programa tão amaldiçoado pelos inimigos do povo beneficia cerca de 40 milhões de brasileiros, dos quais, pelos menos trinta milhões são crianças e adolescentes. Mesmo sendo tratado com algo inútil, dinheiro jogado fora, já tirou o Brasil do Mapa da Fome, leva milhões de crianças a se manterem na escola e frequentarem uma média superior a 96% das aulas, quando a obrigatoriedade é de 92%. É o Bolsa família, elevando para no mínimo 1 dólar por pessoa, por dia, nas famílias de menor renda no País, que diminuiu a Mortalidade Infantil De 26,04 crianças mortas entre cada mil nascidas vivas em 2002, último ano de governo de FHC para 14,40 em 2014, com projeção de 13, 82 para 2015. O PT derrubou a mortalidade infantil pela metade. O Brasil Carinhoso, uma derivação do Bolsa Família focou mais ainda nos primeiros anos de vida a presença governamental, deixando-nos a certeza de que nos próximos anos a Mortalidade Infantil vai cair em ritmo mais acelerado. Outro grande legado do PT no Dia das Crianças: Nenhuma criança ou adolescente pedindo esmolas nas ruas do brasil ou em trabalhos forçados. melhor dizendo, em trabalho algum. lugar de criança é na escola... ou brincando, porque para criança brincadeira é coisa séria. A comemorar no Dia das Crianças de 2015, temos também o fato de que Lula e Dilma, ao distribuirem cerca de 70 mil ônibus escolares criaram a primeira geração de crianças rurais que não sabe o que é "pau-de-arara” para ir à escola. Valeu a pena, sim, porque comrpovadamente temos primeira geração de brasileirinhos que, graças ao Programa "LUZ PARA TODOS", não conhece o candeeiro que iluminava com luz turva e tufos de fumaça a vida rural brasileira. Forte foi a emoção de uma senhora que disse certa vez ao deputado Fernando Mineiro que nunca tinha visto os filhos dormindo... Estamos vivendo uma das maiores secas da história do Nordeste brasileiro. Na seca de 1979 a 1983 estima-se que morriam mais de duzentas crianças por dia nos momentos mais agudos. Ainda vivíamos o atraso secular dos “anjinhos” que os pais acreditavam que Deus chamava, mas era o diabo quem mandava na Terra do Sol. E estes pais iam para as frentes de emergência, ser chamados de “cassacos” receber uma esmola que viciava e matava de vergonha o cidadão”. Entre todos, o maior legado dos anos “terríveis” do PT, dos anos onde a mídia e a oposição ladina e ladrona só vê mar de lama e bandalheira, é um legado de carne, osso e sorriso, é um legado que anteontem, Dia das Cranças e hoje, assim como será amanhã, está vivo e pula e brinca: É a primeira geração de crianças brasileiras que não conhece a fome. O PT acabou com o fantasma do que preconizou Josué de Castro: “Um mundo onde metade da humanidade não dormiria por estar com fome e a outra metade com medo da que tem fome”. Hoje vivenciamos  e sofremos a violência de uma geração que foi criança num tempo em que a construção de presídios era muito mais importante que a construção de escolas... E que as crianças tinham fome e sede, e cresceram com fome e sede de Justiça... De fazer Justiça com as próprias mãos.

Interditado
O presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), "está moralmente interditado para tomar qualquer decisão que afete a sociedade", escreve Paulo Nogueira, do Diário do Centro do Mundo. Na opinião do jornalista, o deputado, investigado na Suíça por corrupção e apontado como dono de contas secretas no país, não tem sequer condições psíquicas para julgar o que deve fazer ou não".

Vergonha
"Um país inteiro não pode ficar à mercê de um homem que, pelo menos momentaneamente, perdeu a razão e busca não a Justiça, mas arrastar outros em sua queda vergonhosa por ódio e vingança", diz Nogueira.

Impedido
O STF cortou o barato de Cunha ao proibi-lo de instalar o processo de impeachment pela via do regimento da casa. Terá que provar, e com provas cabais um crime de Dilma Rousseff. E ainda por cima tem que ser neste governo que começou em 1º de janeiro deste ano.

Poesia
STF deu ordem
Pra que em Dilma ninguém tasque
Cunha tentou dar o golpe
É bom que agora se lasque
Chamou tucanos e ursos
Mas não combinou com os russos:
Lewandowski e Zavascki...